quinta-feira, 6 de abril de 2017

Mutirão de catarata acontece nesta sexta

Até maio, mais de 400 pessoas devem ser operadas, segundo a Prefeitura


Começa nesta sexta, 7, o primeiro Mutirão para Cirurgia de Catarata do município de Itapetininga. Nesta primeira etapa, de acordo com a administração municipal, 65 pacientes serão operados em uma sala climatizada, no bloco de ortopedia, no Hospital Regional de Itapetininga, a partir das sete da manhã. Ao todo, mais de 400 pessoas deverão ser operadas até o próximo mês de maio. O custo total do mutirão é de R$ 370 mil, segundo a Prefeitura, que contratou a Sociedade Beneficente São Camilo, administradora do Hospital Regional, para a realização das cirurgias.
“Pela primeira vez, Itapetininga terá a realização de um Mutirão de Cirurgias de Catarata. Atendendo um antigo pedido da população e de pacientes que ansiosamente aguardavam o fim desta longa agonia. Vamos zerar a fila de espera, desde 2015”, explicou a prefeita Simone Marquetto (PMDB).
Segundo a Prefeitura, serão feitas cirurgias também no sábado (8), e depois nos dias 28 e 29 de abril e nos dias 19 e 20 de maio. A Prefeitura de Itapetininga gastará R$ 780 por operação, totalizando um gasto de R$ 370 mil. O local do mutirão já passou por vistoria da Vigilância Sanitária do município.
A iniciativa irá atender só os moradores de Itapetininga. Segundo a Prefeitura, o pagamento dos serviços médicos será feito com dinheiro do município. “É verba da Prefeitura de Itapetininga para os moradores de Itapetininga”, afirmou Simone Marquetto.

Qualidade de vida
O médico oftalmologista, responsável pela equipe e que já realizou mais de 20 mil cirurgias, Victor Simonsele, disse que os pacientes com sintomas de catarata sofrem com limitação no seu dia a dia.  “A cirurgia tem a capacidade de restaurar a qualidade de vida”, explicou o médico. Em muitos casos, afirma o especialista, o paciente é removido do seu ambiente de trabalho ou proibido de dirigir um veículo. “É importante este empenho da prefeitura. Em cada cirurgia, a gente vê o resultado. Seguimos todos os protocolos de segurança, com esterilização dos instrumentos. O processo é checado”, contou o médico. A catarata atinge quase metade (46,2%) da população mundial com mais de 65 anos. Estima-se que no mundo cerca de 160 milhões de pessoas tenham esta doença, considerada a maior causa de cegueira evitável. O médico contou que o Brasil envelhece muito. “Em 10 anos, o número de doentes com catarata irá dobrar.” Estima-se que no país são 2 milhões e surgem cerca de 120 mil novos casos ao ano.

O que é catarata
Catarata consiste na opacidade total ou parcial do cristalino, lente natural do globo ocular, que é responsável pela focalização da visão para perto e para longe. O que leva à doença, além do envelhecimento, é o paciente ter diabetes, glaucoma e histórico familiar com a enfermidade. A cirurgia consiste em substituir o cristalino opaco por prótese denominada de lente intraocular.

Vacinação contra gripe acontece a partir do dia 17

Campanha acontece até o dia 26 de maio


A campanha nacional de vacinação contra o vírus Influenza, causador da gripe, acontece entre os dias 17 de abril e 26 de maio, segundo informações do Ministério da Saúde e da prefeitura de Itapetininga. O ponto alto da campanha (chamado de Dia D) será 13 de maio.
Segundo nota divulgada pela prefeitura, os horários de vacinação são os seguintes, nas Unidades Básicas de Saúde do Município (UBS): (Zona Urbana): 8 às 17 horas, já na zona rural será das oito às 16 horas. A Campanha será voltada para vacinação do Grupo de Risco: gestantes, idosos (a partir de 60 anos), crianças com idade entre 45 dias e 6 meses a menores de 5 anos, portadores de doenças crônicas, funcionários do sistema prisional e privados de liberdade, população indígena, trabalhadores da saúde e professores de escolas públicas e privadas. É importante ressaltar que os portadores de doenças crônicas precisam levar uma prescrição médica ou receita de uso contínuo para tomarem a vacina. Já os professores devem levar o último holerite e um documento com foto. 

Doenças crônicas
Veja se você está em um destes grupos:
Doenças Respiratórias Crônicas: Asma, doença pulmonar obstrutiva bronquioectasia, fibrose cística, doenças intersticiais do pulmão, displasia broncopulmonar, hipertensão arterial pulmonar e crianças com doença pulmonar crônica da prematuridade.
Doenças Cardíacas Crônicas: Doença cardíaca congênita, hipertensão arterial sistêmica com comorbidade, doença cardíaca isquêmica e insuficiência cardíaca.
Doenças Renais Crônicas: Doença Renal nos estágios 3, 4 e 5, doença nefrótica e paciente em diálise. Doenças Hepáticas Crônicas: Atresia biliar, hepatites crônicas e cirrose.
Doenças Neurológicas Crônicas: Condições em que a função respiratória pode estar comprometida pela doença neurológica. Nesses casos, considerar as necessidades clínicas. Quem estiver no grupo de risco e for acamado pode entrar em contato com a Vigilância Epidemiológica pelo telefone (15) 3373-5426 (Ligar agendando até o dia 12/05), que uma equipe irá até sua residência para vaciná-lo.

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Saiba as tendências da moda para a primavera 2017

Temas vão de cores fortes a tons suaves, 
com estampas de flores e até inspiradas no universo
Decote ombro a ombro é uma das tendências


Embora estejamos ainda no começo do outono, estilistas e sites de moda já preparam as novidades e tendências que devem fazer sucesso na primavera deste ano, que começa oficialmente em 22 de setembro.
Decotes de ombro a ombro, listras, acessórios como a choker (espécie de gargantilha) e tons que vão do laranja ao rosa mais suave, chamado de Rosa Pale Dogwood, estão entre os looks que devem dar o que falar durante a estação das flores. Estampas inspiradas no universo e no estilo oriental, devem fazer sucesso, assim como estampas divertidas.

Segundo o site Beleza e Moda, um dos hits da estação devem ser os Prints (estampas) do Universo (veja a calça na foto ao lado). As apaixonadas pela beleza e mistérios do universo que nos cerca, irão adorar essa tendência que leva para roupas e calçados imagens com estrelas, galáxias e tudo mais que se tem direito. Quanto melhor a resolução da imagem estampada na peça, mais interessante fica o look, garante o site.
Outro look que deve dar o que falar é o decote ombro a ombro, também chamado de Decote Bardot, por ter sido muito usado pela atriz francesa Brigite Bardot. Para este ano, as peças se tornaram um pouco mais volumosas e a linha do decote descerá um pouco deixando mais pele à mostra. As mais discretas podem optar por peças mais ajustadas ao corpo e com uma linha de decote mais moderada.

Cores e flores

Para combinar com a estação, as cores estarão em alta. Uma das cores que irá aparecer com mais ênfase na primavera 2017 é o laranja, você encontrará a cor em modelagens bem variadas.Tem peças para todos os gostos e estilos, desde peças com mais textura até aquelas com estampas mais fresh. Por ser uma cor que ilumina, o laranja combina com uma estação alegre como a primavera. As mais ousadas podem apostar em looks monocromáticos com essa cor, mas nesse caso é interessante investir em peças mais bem construídas. Outra cor que está entre as tendências da primavera 2017 é o rosa pale dogwood (foto abaixo), um tom mais suave que propicia várias combinações.


Quando se fala sobre tendências para a primavera é natural esperar que estejam incluídas as estampas de flores, não é mesmo? Para o ano de 2017 as estampas florais chegam um pouco diferentes do que estamos acostumados a ver. As flores aparecem maiores e em fundos de tonalidades menos óbvias. A ideia é que os florais tenham mais força e sejam menos delicados nas peças dessa estação. As modelagens das peças com essa estampa também podem sair do tradicional vestido ladylike.

Japonismo

Para quem está querendo deixar as peças mais justas de lado temos a dica perfeita de tendência: O Japonismo. Trata-se de uma tendência que apareceu forte na década de 1980 e que está de volta. A ideia central dessa tendência é que as peças tenham modelagem mais quadrada e retangular sem linhas muito próximas ao corpo e deixando as marcações de lado. As estampas, com inspiração na terra do sol nascente, podem ser encontradas também em peças com modelagens mais discretas.

Mais tendências

A Primavera 2017 tem ainda, segundo o site Beleza e Moda, a tendência das estampas divertidas (Fun), que criam um look nada convencional. Dentre as opções que temos para essa tendência estão peças com estampas de personagens e aquelas que geram ambiguidade.
Já para as mais tradicionais, uma boa opção pode ser a das listras. O contraste das cores pode ser uma maneira de fazer as estampas listradas crescerem diante dos olhos de quem te vê desfilar pelas passarelas do dia a dia. Peças de modelagem que ajudem a dar movimento para as listras são muito bem vindas (foto ao lado).
Por fim, a tendência dos metalizados, que poderá ser vista tanto nas roupas como nos calçados e acessórios. A maquiagem também ganha uns toques irreverentes e brilhantes, como batons com efeito metalizado. A grande dica é saber dosar os toques metalizados nos seus looks para não parecer um desenho animado futurista.
Estampas florais continuam na moda


Fonte: Site Beleza e Moda

terça-feira, 4 de abril de 2017

Mutirão da saúde atende distrito de Rechã

Ação é iniciativa da Prefeitura com instituição de ensino


Cerca de 300 moradores do Distrito de Rechã, em Itapetininga, foram atendidos no último final de semana no 1o Mutirão de Saúde, projeto realizado pela Prefeitura de Itapetininga em parceria com a FSP (Faculdade Sudoeste Paulista), por meio de um termo de cooperação técnica com atividades de promoção de saúde, através da realização de eventos em locais públicos. A proposta ofereceu ações como, aferição de pressão arterial e exames de glicemia, contou com a realização de atividades físicas voltadas a correções posturais, cálculo de Índice de Massa Corporal (IMC) e, também, orientações sobre o descarte de medicamentos.
Na área da saúde, este foi primeiro termo de cooperação firmado pela Prefeitura com o objetivo de trazer à população conceitos básicos de prevenção e controle de doenças, bem como estimular a prática de hábitos saudáveis de vida. “A saúde é uma das prioridades da nossa gestão. A demanda é muito grande, por isso, é importante a parceria. Acompanhei durante os dois dias e tive a satisfação de ver que muitos moradores do Rechã foram atendidos e saíram satisfeitos”, disse a prefeita Simone Marquetto (PMDB).
Para o diretor da FSP, Ricardo de Almeida Pelegrini, que levou os estudantes das áreas de enfermagem, fisioterapia, farmácia e biomedicina, a oportunidade dessa parceria foi de grande importância. “O que mais nos chamou a atenção foi que os moradores vieram instruídos e, muitos, em jejum para fazer os exames. Esta foi uma oportunidade para que nossos alunos pudessem colocar em prática o que aprendem em sala de aula”, enfatizou.
Os pacientes que apresentaram algum tipo de alteração nos exames, já foram encaminhados à Unidade de Saúde do Distrito. “Eles foram agendados para os próximos dias e já vão receber o suporte necessário”, enfatizou o coordenador da unidade do bairro, Fábio Luis Pereira. De acordo com o professor de cardiologia e pneumologia, Heverson Felipe, os pacientes tiveram a chance de fazer um exame específico nas pernas. “É um aparelho que verifica se a pessoa tem algum tipo de alteração. Usamos esse equipamento que serve de corrente elétrica que tira a dor e agradou muito os moradores”, disse.
Quem passou pela praça do Distrito, onde aconteceram os exames, também pode receber orientação sobre febre amarela e raiva em animais. “134 cães e gatos foram vacinados contra raiva. Foi um sucesso. Além disso, fizemos um trabalho de conscientização com os moradores e, também, com os estudantes da FSP”, concluiu o agente de Zoonoses, Jackson Ventura da Silva. 

Foto: Assessoria de Imprensa PMI

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Empreendedorismo é tema de seminário

Evento apresentará maneiras para melhorar desempenho das empresas


Ser empreendedor em um país como o Brasil não é uma tarefa fácil. Além da enorme burocracia e carga tributária, o país atravessa a pior crise de sua história, com mais de 13 milhões de desempregados. Embora a economia comece a dar sinais tênues de recuperação, este ano , na melhor da hipóteses, segundo avaliação de economistas e empresários, deve ser de estabilidade na conomia: crescimento mesmo, só a partir de 2018.
Por isso, buscar novos caminhos e técnicas para não apenas sobreviver, mas também melhorar o desempenho de sua empresa é um assunto em alta no meio empresarial.
O Sindicato Rural de Tatui sedia na próxima quarta-feira, dia 5, o Seminário Empresário 2020. O evento acontece a partir das 19 horas e terá como foco o Empreendedorismo, Desenvolvimento e Gestão Empresarial. O objetivo é, entre outras coisas, transferir conhecimento para que o empreendedor possa aprimorar ainda mais suas ferramentas de administração empresarial, conhecer o universo das empresas emergentes e projetar metas de crescimento e aumentar os resultados previstos para este ano. Além disso, os organizadores querem estimular o empreendedorismo e tornar as empresas mais competitivas.
O evento contará com 4 painéis sobre os temas e terá a presença de um dos maiores executivos do Brasil, BENICIO FILHO, falando sobre o mundo das novas empresas e os modelos de gestão que estão fazendo as empresas crescerem. O executivo é Presidente do ITESCS – Instituto de Tecnologia de São Caetano do Sul, Empresário, CEO da Ravel Tecnologia, Executivo e Mentor do Inovativa, o maior programa de aceleração de startups no Brasil.
O seminário é uma ótima oportunidade para o empresário fazer um upgrade e conhecer novas maneiras de melhorar os resultados de sua empresa. Inscrições pode ser feitas pelo celular (15) 9.9818-2412 WhatsApp.

sexta-feira, 31 de março de 2017

Situação do Mário Carlos piora

Degradação do ginásio aumentou


Quase três meses depois que o Marconews abordou pela última vez a questão das obras do ginásio Mário Carlos Martins (foto), na área central da cidade, paradas desde 2012, a degradação do imóvel só aumentou.
Na tarde desta quinta, 30, a reportagem esteve no local e constatou que um tapume que tampava a entrada do prédio foi arrancado, um cheiro forte de urina é a primeira coisa que a pessoa sente ao chegar mais perto. Um exame mais próximo revela que a grade da frente foi forçada e o portão de ferro aberto, permitindo a entrada de quem quiser. Nos fundos do ginásio, pode-se notar enormes buracos no teto, onde faltam telhas e as que restaram batem na estrutura, quando o vento é forte.
Procurada pela repotagem na ocasião, a prefeitura de Itapetininga informou em nota que no dia 3 de janeiro,  "o Secretário de Obras, Ado Albuquerque, fez a entrega do projeto readequado do Ginásio Mário Carlos ao setor de engenharia da Caixa Econômica Federal. Será feito um novo processo licitatório devido a desistência da empresa vencedora da licitação anterior. Ainda de acordo com a secretaria, o recurso deverá ser conseguido por meio de emenda parlamentar do Governo Federal com repasse da Caixa Econômica Federal. Há projeto de implantação de escolinhas esportivas de várias modalidades"
O Marconews voltou a questionar, nesta sexta-feira, a administração municipal sobre a situação do ginásio. Em nota, a assessoria de imprensa da prefeitura informou que um novo projeto para a reforma do prédio foi apresentado e "aguarda aprovação da Caixa Econômica Federa. As obras serão retomadas após aprovação da CEF para firmar convênio. Será feita uma licitação para execução da obra. Ainda não foi feita nenhuma (licitação) para essa reforma".
Ainda de acordo com a assessoria, os recursos para a conclusão das obras são de "aproximadamente R$ 1 milhão, valor semelhante ao convênio com o Ministério dos Esportes". Segundo a assessoria, "a área será totalmente recuperada segundo todas as normas vigentes". A prefeitura confirmou também que serão reativadas no local atividades como as escolinhas de esportes.

Histórico
A grade foi forçada e qualquer um pode entrar

Iniciadas na administração de Roberto Ramalho, as obras foram paralisadas em 2012 porque, de acordo com o ex-secretário de Esportes, Osmar Thibes Júnior, a empresa vencedora da licitação abandonou a obra “e a segunda colocada não quis fazer pelo mesmo valor”, contou o ex-secretário, que esteve à frente da pasta desde julho de 2014 até dezembro de 2016, já na administração Hiram Jr. Durante a campanha do ano passado, a Prefeitura chegou a realizar a limpeza na frente do prédio, mas o trabalho parou nisso.
          Em janeiro de 2015, Thibes esteve visitando o ginásio acompanhado do então prefeito Luiz Di Fiori (PSDB). Na ocasião, o secretário garantiu que as obras do Mário Carlos e do ginásio Ayrton Senna (Vila Barth) seriam concluídas ainda no primeiro semestre daquele ano, com investimento de R$ 1 milhão.
          Dois anos depois, o Ayrton Senna passou por uma reforma para adequá-lo às normas de segurança do Corpo de Bombeiros, além de atender exigências da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) e de instituições como a Conmebol (Confederação Sul-americana de Futebol) e Confederação Brasileira de Futsal. O ginásio, inclusive, já sediou jogos da Supercopa de vôlei e da Liga Paulista de Futsal, com a presença do jogador Falcão. Já o Mário Carlos continua esquecido.
Faltam muitas telhas no telhado do prédio

Texto e fotos: Marco Antônio

terça-feira, 28 de março de 2017

Economia dá sinais de recuperação

Reação ainda é fraca, mas o governo diz que o pior já passou


Embora o Brasil ainda enfrente uma situação difícil em sua economia, agravada recentemente por um rombo de quase R$ 60 bilhões nas contas do Governo Federal (que já pensa em subir impostos) e pelo impacto negativo da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, que fez com que as exportações diárias brasileiras caíssem 20% na última semana, em relação ao volume registrado na semana anterior à operação. A boa notícia, nesta terça, é que Hong Kong, um dos maiores compradores da carne brasileira, voltou a comprar, mantendo o veto apenas aos 21 frigoríficos investigados na operação. O problema da carne acontece justamente em um momento de produção recorde de frango e carne suína, segundo o IBGE. A economia brasileira, contudo, começa a esboçar uma reação; uma luz no fim do túnel já pode ser vista, ainda que muito tênue.
Depois de um início de ano desalentador, com mais de 12 milhões de desempregados, o mercado de trabalho está mostrando uma reação, ainda que tímida, e os empregos com carteira assinada apresentaram uma leve melhora. Outra boa notícia para a economia é a liberação do dinheiro de contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), que deve injetar bilhões de reais na economia. Mais de três milhões de trabalhadores já sacaram seu dinheiro. Muitos vão usar para pagar contas em atraso, mas o mercado de imóveis e de material para construção deve receber boa parte do dinheiro.

Infração menor
A infração no país está desacelerando, segundo o IBGE. Em nota divulgada no dia 22 deste mês, o órgão informa que "o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) teve variação de 0,15% em março, bem menos do que os 0,54% de fevereiro. Desde março de 2009, quando o índice situou-se em 0,11%, não há registro de resultado mais baixo para os meses de março". Ainda segundo o IBGE, "considerando os resultados mensais, essa foi a menor taxa desde agosto de 2014, com o IPCA-15 em 0,14%. Em relação aos últimos doze meses, o índice desceu para 4,73% e ficou abaixo dos 5,02% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em março de 2016, a taxa foi 0,43%".
Economistas e empresários, porém, ainda vêem com cautela este início de recuperação. Para muitos, 2017 será "um ano estável", ou seja: sem crescimento, mas a economia se estabilizará, mas crescimento mesmo só a partir de 2018.
Veja matéria completa na edição de abril da revista Hadar